7 Alimentos Comuns que Você NUNCA Deve Requentar

0
10
views

Saiba quais são os alimentos que não devem ser requentados.

O micro-ondas é um aparelho muito prático e que pode nos poupar bastante tempo na cozinha.

Infelizmente, devido à vida corrida que muitos de nós levamos, podemos estar usando nosso micro-ondas e o nosso forno de forma errada.

Quando tentamos reaproveitar comida ou mesmo armazenar comida para ir consumindo aos poucos, estamos correndo vários riscos, pois alguns alimentos não podem ser reaquecidos.

Veja quais os alimentos não podem ser reaquecidos e surpreenda-se com algumas revelações:

1. Batatas
Batatas são alimentos resistentes. Uma vez guardadas na geladeira, as batatas cozidas podem ser reaquecidas para consumo.

Entretanto, se as batatas cozidas forem mantidas à temperatura ambiente, elas podem permitir a proliferação de bactérias que podem causar uma infecção intestinal.

2. Cebola, alho e beterraba
Por essa você não esperava! Isso mesmo, cebola, alho e beterraba quando reaquecidas podem até liberar substâncias cancerígenas.

A forma mais nociva de armazenar esses alimentos é no formato de sopas, portanto, evite armazenar sopas que tenham esses alimentos, pois ao reaquecer eles liberam toxinas.

3. Cogumelos
Cogumelos são extremamente melindrosos. Por um lado, não podem ser mantidos à temperatura ambiente, pois podem liberar certas toxinas se não forem armazenadas corretamente. Para isso é necessário fechá-los hermeticamente.

Após cozidos, os cogumelos também correm o risco de sofrer alterações no reaquecimento que pode até mudar suas propriedades. Recomenda-se comê-los de uma vez ou armazená-los na geladeira por, no máximo, um dia.

4. Arroz
Certamente o arroz é um dos alimentos mais consumidos no Brasil e no mundo e, muitas pessoas armazenam arroz em casa. Entretanto, essas pessoas correm perigo.

Arroz deixado fora da geladeira por muito tempo pode criar bactérias que causam infecções intestinais.

Para consumir o arroz com segurança, mantenha-os sempre na geladeira hermeticamente fechado.

5. Óleos
Alguns óleos tornam-se rançosos com facilidade. Se você tem o costume de usar óleo de noz, óleo de avelã, óleo de semente de uva e óleo de abacate tenha atenção, pois o reaquecimento de alimentos banhados nesses óleos pode liberar gorduras trans nocivas para o seu organismo.

Evite reutilizar esses óleos para fritar alimentos, pois os riscos de liberar gorduras trans no seu organismo aumentam.

6. Ovos
Ovos são ricos em proteínas e, por isso, muito consumidos por pessoas que queiram aumentar seu rendimento. Entretanto, ovos nunca devem ser reaquecidos.

Por serem ricos em proteína, os ovos reaquecidos podem causar sintomas incômodos em seu trato digestivo.

7. Frango
Dessa lista, o frango é talvez o mais famoso alimento que não deve ser reaquecido. Por ter grande concentração de proteína, a regra básica de conservação de alimentos para o frango é que o reaquecimento deve ser feito somente se o frango estiver bem cozido no centro.

Comer um frango que foi reaquecido sem ter sido cozido anteriormente pode causar dor de estômago, vômitos ou diarreia. Recomenda-se comer frango frio em uma salada ou em um sanduíche.

Em todos esses casos, a melhor regra de conservação de alimentos a seguir é cozinhar o que você vai comer todos os dias.

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

INSCREVA-SE NO CANAL ► https://goo.gl/JWAeet
Facebook ► https://goo.gl/QJwd9p

*O acompanhamento de um profissional da área de saúde é fundamental para uma boa saúde. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste vídeo têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto de diagnóstico ou diagnóstico médico sem antes consultar um profissional de saúde – médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here